Notícias

Amaggi fortalece gestão de sua divisão de logística

By | 31 Ago, 2016

Maior trading de grãos de capital nacional, a Amaggi, controlada pela família do ministro Blairo Maggi, criou uma diretoria exclusiva para a área de logística. A nova diretoria, liderada por Sérgio Luiz Pizzatto, reúne negócios rodoviários e ferroviários antes incluídos na divisão de Navegação, comandada por Jorge Zanatta – que agora passa a cuidar apenas das operações hidroviárias.

A decisão reflete os avanços da Amaggi no escoamento de grãos do chamado “Arco Norte” do país. Bem posicionada no rio Madeira, onde tem terminais de transbordo de carga e porto, a empresa anunciou em julho a aquisição de 50% do Terfron, complexo portuário da Bunge no rio Tapajós, no Pará. A transação, que envolve uma estação de transbordo em Miritituba e um terminal portuário em Barcarena, depende do aval do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade).

Esse negócio amplia uma parceria iniciada em 2014, quando as duas companhias formaram a joint venture Unitapajós, que opera na hidrovia Tapajós-Amazonas com 90 barcaças e tem capacidade de movimentação de 3,5 milhões de toneladas de grãos por ano.

A Amaggi também quer elevar sua participação do escoamento de soja e milho por ferrovia. A companhia, que tem sua sede em Cuiabá (MT) está entre as que defendem a construção da Ferrogrão, que ligaria Sinop (MT) a Miritituba (PA).

Gaúcho, 55 anos, Pizzatto é graduado em Economia, pós-graduado em Engenharia Agronômica e tem especialização em Marketing. Antes da Amaggi, onde começou em 1994 e ultimamente era diretor de Originação, trabalhou em empresas como Sadia e Caixa. A Amaggi fechou 2015 com receita de R$ 12,7 bilhões.

Fonte: Valor Econômico, 31/08/2016. Escrito por Bettina Barros.