Notícias

Camil inicia operação no complexo de Suape

By | 15 Mar, 2019

Após 17 anos de atuação no Porto do Recife, a Camil Alimentos inaugurou nessa terça-feira (12) sua fábrica no Complexo Industrial Portuário de Suape. Com aporte de R$ 22 milhões, a multinacional brasileira, referência e líder na comercialização de arroz, feijão e açúcar, passou a ocupar uma área de 6,5 mil m², o dobro da antiga unidade recifense.

A capacidade de produção da fábrica também foi ampliada, operando 3,5 vezes a mais que a anterior, hoje de 6,5 mil toneladas por mês, mas com capacidade para 10 mil toneladas. Além da fábrica, a planta de Suape sedia um centro de distribuição (CD) para o Nordeste. Além de Pernambuco, abastece o mercado de Alagoas, Paraíba e Rio Grande do Norte.

“Cada nova fábrica é uma conquista para nós e isso nos permite estreitar relações e ampliar ofertas. O Nordeste é muito importante para a Camil e com essa inauguração esperamos contribuir para o desenvolvimento de Pernambuco e do Nordeste”, revela o CEO da Camil, Luciano Quartiero, que comenta que sem a equipe de colaboradores, nada seria possível.

“Atualmente operamos em dois turnos e contamos com 89 funcionários. Como acreditamos no posicionamento estratégico de Suape e de que aqui estaremos ainda mais próximos de nossos clientes e consumidores, esse emprego deve ser ampliado para um total de 110”, adianta Quartiero.

Embora a localização privilegiada de Suape seja um dos grandes atrativos para a Camil, a empresa também foi beneficiada pela concessão de incentivos fiscais do Programa de Estímulo à Indústria do Estado de Pernambuco (Proind). A ação foi ressaltada pelo diretor presidente do Complexo de Suape, Leonardo Cerquinho, que prestigiou a inauguração da unidade. “Esse incentivo concede 75% de isenção sobre o crédito presumido em cima do saldo devedor de ICMS”, explicou.

O Proind é uma reedição do Prodepe e foi instituído em 2017 para garantir incentivos fiscais especificamente às indústrias. “O empreendimento reforça a vocação do estado de Pernambuco para atender a região Nordeste na parte de distribuição, e reforça a vocação do porto de Suape como ramo de distribuição logística da região Nordeste”, acrescentou Leonardo Cerquinho.

Além do presidente de Suape, a abertura oficial dos trabalhos da nova planta da Camil, que opera há pouco mais de dois meses no novo endereço, foi prestigiada por nomes do alto escalão do governo estadual. Entre os destaques, o próprio governador do Estado, Paulo Câmara, que não escondeu a satisfação de ter mais um empreendimento de peso no conglomerado de grandes empresas que atuam em Pernambuco, em especial, no complexo industrial de Suape.

“Para nós é muito importante observar que mesmo após tanta crise há empreendedores que confiaram em Pernambuco para investir mesmo em tempo de tanta incerteza”, ressaltou Paulo Câmara. Também anotados por lá, além do Prefeito do Cabo, Keko do Armazém, o do secretário de Desenvolvimento de Pernambuco, Bruno Schwambach, o secretário do Trabalho, Emprego e Qualificação, Alberes Lopes, e o presidente da Agência de Desenvolvimento de Pernambuco (Ad Diper), Roberto Abreu e Lima.

Câmara

Trabalhadores desempregados lotaram o plenário da Câmara de Ipojuca, na terça-feira, para reivindicar junto aos vereadores que 80% das vagas de empregos nas fábricas situadas na região sejam preenchidas por mão de obra pernambucana. É que segundo representantes dos trabalhadores, as empresas da região estão contratando mão de obra do Sul e Sudeste. Sem consenso entre as partes, um novo encontro foi marcado para a próxima terça.

Fonte: Folha de Pernambuco, 13/03/2019.