Notícias

Cearaportos esclarece falta de licença

By | 25 Nov, 2016

O presidente da Companhia de Integração Portuária do Ceará (Cearáportos), Danilo Serpa, esteve ontem em Brasília para tratar do embargo do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) no Porto do Pecém, em São Gonçalo do Amarante. A Cearáportos foi multada em mais de R$ 1,5 milhão pelo Instituto por operar carga e descarga nos píeres 7 e 8 sem ter licença de operação do Ibama. Para evitar atividades no local, o Ibama embargou carga e descarga nos berços 7, 8 e 9.

Wladir Frota Sampaio, diretor de Infraestrutura de Desenvolvimento Operacional da Cearáportos, informou que há risco de congestionamento de navios no Porto do Pecém no longo prazo. Mas que até ontem as operações continuavam normalmente, mesmo com os berços embargados. “Se tiver que decidir, daremos prioridade de atracação aos navios conteineiros”, diz.

Em nota enviada ao O POVO, a Cearáportos, empresa vinculada à Secretaria da Infraestrutura do Estado (Seinfra), esclarece que os berços 7, 8 e 9 do Porto do Pecém ainda estão em obra, inclusive estão em processo de batimetria (procedimento, que mede a profundidade dos pontos de atracação).

“O Governo do Estado sempre colaborou com Ibama, disponibilizando toda a documentação solicitada, sendo a última remessa enviada no dia 31 de outubro passado. Ainda como providência para garantir a continuidade do licenciamento, representantes da Cearáportos vão a Brasília para levar os devidos esclarecimentos e documentações para o Ibama”, diz.

Em Brasília, Danilo Serpa também discutiu alguns encaminhamentos, que devem ser aprofundados em uma próxima reunião com participação do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama).

Fonte: O Povo Online, 23/11/2016.