Notícias

Escala de navios maiores em Santos depende de obras, diz executivo da DP World

By | 16 Ago, 2018

Atualmente, as nações do Oriente, especialmente a China, estão entre os principais destinos e origens das cargas movimentadas no Porto de Santos. Para ampliar o comércio exterior com elas, mais um navio de grande porte começa a operar nesta rota significativa ao transporte de contêineres. Apesar da importância econômica, a ampliação deste comércio depende ainda de readequações no canal do complexo portuário santista, segundo executivos do setor.

A nova embarcação é o HMM Promisse, que está em sua viagem inaugural e, nessa terça-feira (14) , atracou no terminal DP World Santos, na Margem Esquerda do Porto, na Área Continental do município.

“Ele se destaca pela capacidade e consolida a necessidade que temos de navios maiores. Essa é a tendência e os terminais têm que estar preparados para isso”, avalia o gerente comercial da DP World Santos, Marcelo Procópio.

O executivo explica que o terminal já realizou simulados, em laboratórios da Universidade de São Paulo, comprovando que pode receber esses navios maiores. Atualmente, trata dessa questão com a Praticagem e a Autoridade Portuária.

A empresa, que nos últimos três anos vem recebendo todos os navios de grande porte que passam pelo cais santista, garante que hoje teria capacidade de operar navios de maiores dimensões. Mas o entrave é a limitação da largura do primeiro trecho do canal do Porto.

“Se os detalhes técnicos fossem resolvidos, hoje, em termos de equipamentos, a DP World estaria pronta e teria condições de operar navios de 20 mil TEU (unidade equivalente a um contêiner de 20 pés)”, afirma.

HMM Promisse

Lançado em 5 de julho, no Porto de Busan, na Coreia do Sul, o Promisse foi construído pelo estaleiro Hanjin Heavy Industries & Construction nas Filipinas. Com capacidade para 11 mil TEU (unidade equivalente a um contêiner de 20 pés), 329 metros de comprimento e 48 metros de largura, foi planejado para atender às normas internacionais de proteção ambiental da Organização Marítima Internacional (IMO, na sigla em inglês), que passarão a vigorar a partir de 2020. Ele é equipado com sistemas que reduzem as emissões de enxofre e que proporcionam economia de energia.

Para reforçar a rota América-Extremo Oriente, o armador sul-coreano Hyundai Merchant Marine também finalizou o navio HMM Blessing com as mesmas configurações. Ele foi lançado no início de julho e vai atender a costa oeste da América do Sul.

Com uma frota de 70 navios, a empresa coreana é considerada o 10º maior armador do mundo e já conta com embarcações de 20 mil TEU.

Rota inaugural

Em sua primeira passagem por Santos, o Promissse irá descarregar 2.167 contêineres e embarcar 12. Os trabalhos devem terminar por volta das 10 horas, quando deixará a região seguindo para o Porto de Paranaguá, no Paraná.

Depois, o navio vai para Uruguai e Argentina. Em seguida, retornará ao Brasil, escalando no cais santista no fim do mês, para embarcar 2 mil contêineres com destino à Malásia, à Cingapura e à China.

Fonte: A Tribuna, 15/8/2018.