Notícias

Ibama faz nova avaliação da situação do Terminal Salineiro de Areia Branca

By | 18 Jul, 2018

O Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) realizou nesta terça-feira (17) uma nova vistoria no Terminal Salineiro de Areia Branca.

O terminal foi interditado no dia 12 de julho pelo Ibama, que identificou situações de insegurança como vazamentos de combustível. O porto ilha, localizado a 14 quilômetros da costa potiguar e a 344 quilômetros de Natal, é responsável pelo escoamento de 40% de toda a produção de sal no Rio Grande do Norte. Por mês, são movimentadas cerca de 200 mil toneladas de sal no terminal salineiro.

O presidente da Companhia Docas do Rio Grande do Norte (Codern), Fernando Dinoá, juntamente com representantes da Capitania dos Portos, além de Ogarito Linhares, diretor do Departamento de Outorgas Portuárias da Secretaria Nacional de Portos (SNP) e Uirá Cavalcante de Oliveira, coordenador-geral de Gestão Ambiental da SNP, acompanharam os trabalhos, que foram realizados para atender às exigências do órgão ambiental.

Não há notícia das avaliações que o Ibama fez.

Esta foi a segunda interdição do porto em pouco mais de sete meses. Em 1º de dezembro de 2017, Areia Branca foi interditada pelo Ministério do Trabalho e do Emprego.

Fonte: Portos e Navios, 17/7/2018.