Notícias

Nova plataforma interativa lançada pelo MInfra e EPL traz indicadores mensais sobre o setor de transportes

By | 14 Dez, 2021

O setor de transportes conta agora com uma nova ferramenta online que apresentará mensalmente um balanço de desempenho através de indicadores: o Panorama Transportes. Composto por um painel interativo, o informativo permite ao usuário a seleção de filtros para personalizar a pesquisa, a partir de uma série de dados mensais e informações objetivas. Uma iniciativa idealizada pelo Ministério da Infraestrutura (MInfra) e pela Empresa de Planejamento e Logística (EPL) e desenvolvido pelo Observatório Nacional de Transporte e Logística (ONTL).

O objetivo é expor, mensalmente, diversos indicadores do setor de transportes, divididos em três temas: transporte e movimentação de cargas e passageiros; tráfego e segurança; e indicadores socioeconômicos. A pesquisa está dividida por tópicos. Em transporte e movimentação, os dados estão divididos por modo de transporte, tanto para cargas quanto para passageiros. São vários indicadores, que contam, inclusive, com cálculos estimativos pela EPL.

“Com essa parceria entre a EPL e o Ministério da Infraestrutura, juntamos os esforços para criar uma ferramenta ainda mais inovadora”, avalia a secretária de Fomento, Planejamento e Parcerias do MInfra, Natália Marcassa. “Antes, tínhamos informativos rígidos, com informações pontuais, que serviam como fotografias. Agora, cidadãos, produtores, investidores e agentes públicos terão a sua disposição painéis interativos para escolher os recortes de informações, de acordo com a necessidade de cada um”, completou.

O diretor-presidente da EPL, Arthur Lima, destacou que a plataforma permite o acesso das informações do setor de transportes em linguagem clara e acessível. “O Panorama Transportes é uma fonte de consulta que permite apoiar os setores público e privado na tomada de decisões estratégicas de investimentos e planejamento do setor de transporte e logística. Além disso, permite que a pesquisa científica para o setor seja apoiada em dados técnicos qualificados”.

Para cargas são disponibilizados o volume transportado pelo modo aquaviário, com foco no comércio exterior e tipo de carga; volume de cargas do transporte ferroviário por grupo de carga; carga paga transportada no setor aéreo, por origem doméstica e internacional; além de um recorte no transporte rodoviário, apresentando volume transportado de soja, milho e farelo, com foco no comércio exterior, e também de combustíveis e derivados.

Nas informações de passageiros, estão destacados dados mensais e anuais de passageiros transportados pelo setor aéreo e a tarifa aérea real média (Yield). No rodoviário, são apresentadas estimativas de preço médio da passagem interestadual, assim como de passageiros transportados.

Inovação

A nova ferramenta também inova nas questões de custos e fretes, apresentando, por meio de indicadores, gráficos temporais e percentuais de variação, o frete médio em R$/TKU de rodovias, ferrovias e cabotagem por grupos de mercadorias (contêineres, diesel, minério, e soja, milho e farelo). Constam ainda estimativas de consumo de óleo diesel pelo setor de transportes e dados do preço médio estimado de revenda do diesel e da produção de óleo diesel no Brasil.

Sob os aspectos de tráfego, é apresentado o índice ABCR para veículos leves e pesados, assim como de o tráfego registrado em praças de pedágio, podendo ser consultado para motos, veículos leves, veículos pesados e tráfego isento, por mês e acumulado, além de percentuais de variação. A ferramenta também mostra os dados relativos a vítimas fatais em acidentes.

Já os indicadores socioeconômicos estão divididos em PIB por trimestre e acumulado; investimento público federal por modo de transporte – rodoviário, ferroviário, aquaviário e aeroviário; Índice Cielo de Varejo Ampliado (ICVA); Pesquisa Mensal de Serviços (PMS) no setor de transportes; e o Saldo de emissões e demissões formais no setor de transportes.