Agência Porto | Consultoria

Notícias

Óleo que vazou de navio no Porto de Santos era de ‘tanque de despejo fecal’

By | 08 Fev, 2018

Na noite de ontem (6), cerca de 50 litros de óleo vazaram do navio cargueiro Marcos Dias, de bandeira brasileira e atracado no cais dos armazéns 21 e 22, do Porto de Santos. A substância era proviniente de um tanque de despejo fecal da embarcação. Segundo o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), a empresa será multada pelo ocorrido.

Por ordem da Capitania dos Portos de São Paulo (CPSP), do Ibama e da Codesp, todas as operações no navio foram suspensas até que a situação seja contida e normalizada para avaliação dos danos no mar.

A Companhia Docas do Estado de São Paulo foi acionada e executou um plano de emergência ambiental para tentar conter os danos. Foram lançadas barreiras de contenção e de absorção no entorno da embarcação, que descarregava carga de sal.

Em nota, a Marinha do Brasil, por meio da Capitania dos Portos de São Paulo (CPSP), informa que tomou conhecimento sobre o derramamento de de óleo ao lado do navio graneleiro “Marcos Dias”, de bandeira brasileira , atracado no cais do armazém 22 do Porto de Santos.

Ainda segundo informado, Uma equipe de peritos da Capitania foi enviada para o local para apurar o ocorrido. No local, barreiras de contenção estavam instaladas. Foram coletadas amostras do óleo para confirmar sua origem. O navio e a empresa responsável foram notificados para esclarecimentos.

Fonte: Diário do Litoral, 7/2/2018.