Notícias

Prêmio ANTAQ de Sustentabilidade Ambiental Aquaviária vai para os portos de São Sebastião, Itajaí e Paranaguá

By | 03 Out, 2016

Em solenidade realizada do dia 29/9, na sede da Confederação Nacional do Transporte – CNT, em Brasília, a Agência Nacional de Transportes Aquaviários – ANTAQ entregou o Prêmio ANTAQ de Sustentabilidade Ambiental Aquaviária aos portos de São Sebastião, Itajaí e Paranaguá, respectivamente 1º, 2º e 3º colocados. Esta foi a primeira edição do Prêmio, que foi concedido aos portos organizados com melhor avaliação no Índice de Desempenho Ambiental (IDA), da Agência, em levantamento realizado pela Gerência de Meio Ambiente e Sustentabilidade, da Autarquia.

O questionário do IDA, que é aplicado aos portos organizados desde 2012, é composto de 38 indicadores e tem como objetivo avaliar as ações das autoridades portuárias com vistas ao atendimento da legislação de meio ambiente e a redução dos impactos ambientais das operações realizadas em suas áreas de administração. A proposta da organização é incluir, na próxima edição do Prêmio, os terminais de uso privado (TUPs).

A solenidade de premiação ocorreu na sequência do II Seminário de Sustentabilidade Ambiental nos Transportes Aquaviários, realizado pela ANTAQ, com o apoio do Ministério dos Transportes, Portos e Aviação Civil e da CNT.

O prêmio ao primeiro colocado foi entregue pelos diretores da ANTAQ, Adalberto Tokarski (diretor-geral), Fernando Fonseca e Mário Povia, ao diretor-presidente do Porto de São Sebastião, Casemiro Carvalho, e ao seu gerente de Meio Ambiente, Daniel Fernando. O porto paulista alcançou a nota 99,37 de um total de 100 pontos possíveis na avaliação.

O Porto de Itajaí recebeu o troféu de 2º colocado das mãos do diretor-executivo da CNT, Bruno Batista. O porto foi representado por sua gerente de Meio Ambiente, Medelin Pitrerz. O porto catarinense obteve 98,35 pontos.

O Porto de Paranaguá, alcançou 94,97 pontos na avaliação. O porto paranaense é o terceiro maior em movimentação entre os portos organizados do país, segundo estatísticas recentes da Agência. O troféu de terceiro colocado em sustentabilidade ambiental foi entregue ao diretor de Meio Ambiente do porto, Marco Aurélio Busch Ziliotto, pelo superintendente de Desempenho, Desenvolvimento e Sustentabilidade da ANTAQ, Arthur Yamamoto.

30 portos

O Prêmio ANTAQ de Sustentabilidade Ambiental Aquaviária avaliou 29 portos públicos – Maceió (AL); Macapá (AP); Vitória (ES); Aratú, Ilhéus e Salvador (BA); Fortaleza (CE); Itaqui (MA); Belém, Santarém e Vila do Conde (PA); Cabedelo (PB); Paranaguá (PR); Recife e Suape (PE); Natal (RN); Angra dos Reis, Forno, Itaguaí, Niterói e Rio de Janeiro  (RJ); Porto Alegre e Rio Grande (RS); Porto Velho (RO): Imbituba, Itajaí e São Francisco do Sul (SC); Santos e São Sebastião (SP) – e o Terminal de Uso Privado de Pecém, no Estado do Ceará, com base nos resultados do primeiro semestre deste ano.

Em quarto lugar na avaliação ficou o Porto de Suape, com 88,17 pontos; em quinto, o Porto de Itaqui, com 83,82 pontos; em sexto, Fortaleza, com 82 pontos; em sétimo, o Porto de São Francisco do Sul, com 75,38; em oitavo, Angra dos Reis, com 70,90 pontos; em nono, Rio Grande, com 70,46; e em décimo, Santos, com 68,74 pontos.

Homenagem

Durante a solenidade, o vice-presidente da CNT, Meton Soares, foi homenageado pela Diretoria da ANTAQ. Meton recebeu uma placa dos diretores da Agência em agradecimento aos relevantes serviços prestados ao setor de transporte aquaviário e pela frequente parceria que vem sendo desenvolvida entre aquele sindicato patronal e a Autarquia.

Fonte: ANTAQ, 30/9/2016.