Notícias

Santos Brasil encerra 4º trimestre de 2016 com crescimento de 8,3%

By | 17 Fev, 2017

A Santos Brasil encerrou o quarto trimestre de 2016 com crescimento de 8,3% no volume operado e total de 267.983 contêineres movimentados em seus três terminais – Santos (SP), Vila do Conde (PA) e Imbituba (SC). No acumulado do ano, o incremento foi de 10,5%, com destaque para os desempenhos de Vila do Conde e Santos. A Companhia voltou a superar a marca de um milhão de contêineres movimentados no ano, registrada pela última vez em 2013.

No Tecon Santos, foram movimentados 242.660 contêineres no período, volume que supera em 5,5% o registrado no período do ano anterior. O market share da companhia no porto de Santos chegou a 41,6% no período. A operação no complexo santista apresentou aumento na movimentação de contêineres de longo curso com as importações e exportações crescendo 4,3% e 8,0%, respectivamente, no último trimestre do ano.

Em função do incremento de dois serviços de navegação que atuam nas rotas para a costa oeste da América do Sul e para a África, cujas atracações se iniciaram no final de 2015, e também do aumento da consignação média dos serviços de navegação compartilhados, aos quais foram incorporados novos armadores, o volume de contêineres movimentados no Tecon Santos cresceu 9,0% em 2016.

O Tecon Vila do Conde movimentou 19.007 contêineres no quarto trimestre do ano passado, volume que supera em 74,1% o desempenho no mesmo período de 2015. O crescimento acumulado foi de 46,1% com 65.786 contêineres movimentados. Desde o final de janeiro do ano passado, a atracação de dois serviços de navegação, que operam nas rotas para a Europa e o Caribe, impulsionou as operações de longo curso no terminal paraense, que cresceram 58,4% de setembro a dezembro de 2016. Estimulada pelo desembarque de contêineres vazios que, posteriormente, foram estufados e exportados, a movimentação de cabotagem também cresceu 105,6% no período.

Já o Tecon Imbituba registrou redução de 1,2% em sua movimentação no quarto trimestre. As operações de cabotagem – hoje o principal tipo de carga do terminal – cresceram 12,4% no último trimestre.

No mix de serviços da Santos Brasil, as operações de longo curso com importação, exportação e transbordo, registraram elevação de 6,2%, 10,7% e 6,6%, respectivamente. As operações de cabotagem tiveram sua participação reduzida para 23,3% do total movimentado em 24,%, assim como as de transbordo, cuja representatividade foi reduzida de 31,2% no quartro trimestre de 2016 para 29,4% no mesmo período de 2016. Impulsionadas pelo ganho de market share em Santos e pelo aumento da taxa de retenção, as operações de armazenagem alfandegada apresentaram 21,4% de crescimento no segmento de terminais portuários de contêineres.

Fonte: Portos e Navios, 17/2/2017.