Mais áreas portuárias irão a leilão em 2016
Mais áreas portuárias irão a leilão em 2016

Foram definidas as novas áreas a irem a leilões de arrendamento portuário. Serão ofertadas 6 áreas em Santos, São Paulo, e 4 no Pará (2 em Santarém, 1 em Vila do Conde e 1 em Belém). Depois, mais 10 áreas, todas no Pará, vão a leilão. A meta é realizar os leilões ainda no primeiro semestre deste ano.

A estratégia foi fechada em reunião realizada ontem (27/01) da qual participaram o ministro Helder Barbalho (SEP), Mario Povia (Diretor-Geral da Antaq), e técnicos das duas pastas.

“A nossa meta é anunciar os editais antes de 31 de março, quando realizaremos o segundo leilão de arrendamento portuário”, disse o ministro Helder Barbalho ao final da reunião.

As novas áreas que serão ofertadas são:

  • VDC04, em Vila do Conde, Terminal de Granéis Sólidos Minerais e Granéis Líquidos

  • BEL01, em Belém, Terminal Multipropósito de Belém

  • STM05, em Santarém, Terminal de Granéis Líquidos

  • STM04, em Santarém, Terminal de Granéis Líquidos

  • STS25, em Santos, Terminal de Granéis Líquidos da Alamoa

  • STS13, em Santos, Terminal de Granéis Líquidos de Barnabé

  • STS11, em Santos, Terminal de Granéis Sólidos de Outeirinhos, para fertilizantes

  • STS20, em Santos, Terminal de Granéis Sólidos de Outeirinhos, para sal e fertilizantes

  • STS15, em Santos, Terminal de Armazenamento de Contêineres de Conceiçãozinha

  • STS10, em Santos, Terminal de Carga Geral Saboó


As outras 10 áreas já definidas são:

  • BEL09, Belém, Terminal de Granéis Líquidos de Miramar

  • BEL05, Belém, Terminal de GLP de Miramar

  • BEL06, Belém, Terminal de GLP de Miramar

  • BEL11, Belém, Terminal de GLP de Miramar

  • MIR01, Belém, Terminal de GLP de Miramar

  • VDC25, Vila do Conde, Terminal de Granéis Líquidos

  • VDC26, Vila do Conde, Terminal de Granéis Líquidos

  • VDC27, Vila do Conde, Terminal de Granéis Líquidos

  • VDC28, Vila do Conde, Terminal de Granéis Líquidos

  • VDC12, Vila do Conde, Terminal de Granéis Líquidos


“Nosso objetivo é o de realizar os leilões dessas 20 áreas ainda neste primeiro semestre”, previu o ministro.

Após esses leilões, outras 64 áreas devem ser ofertadas, completando o lote de 93 áreas que a SEP pretende levar a leilão ao longo de 2016. O ministro lembra, que antes de serem ofertadas, essas 64 áreas precisam ter seus editais de arrendamento aprovados pelo TCU.

Posicionamento

2016 será um ano importante para definir quem serão os novos players do setor portuário brasileiro. Os arrendamentos portuários são de longo prazo (em sua grande maioria contratos de 25 anos) e não acontecem com muita frequência. Como são muitos os leilões previstos para acontecer neste ano, isso exige rápido posicionamento dos interessados.

Assim, torna-se essencial que as empresas avaliem com rapidez seu interesse na participação dos futuros certames, sob pena de não ter mais tempo hábil para tanto, em função dos inúmeros preparativos exigidos e, ainda, do curto tempo que resta para a realização dos leilões

Caso tenha interesse em saber mais sobre as áreas passíveis de licitação e/ou em participar de algum dos leilões de arrendamento propostos pela SEP/PR, por favor entre em contato conosco e lhe daremos mais detalhes sobre o seu caso concreto.

AGÊNCIA PORTO CONSULTORIA PORTUÁRIA

Leia Também Outras Notícias

Agência Porto
| 02 Dez, 2022

BNDES reduz juros e aprova novas regras do programa para descarbonização no setor de combustíveis

Leia mais
Agência Porto
| 02 Dez, 2022

ANTT publica segunda norma de Regulamento de Concessões Rodoviárias (RCR)

Leia mais
Agência Porto
| 02 Dez, 2022

Emissão de debêntures incentivadas captou R$ 625 milhões em outubro

Leia mais

Como podemos ajudar?

Conte como podemos auxiliar com um dos nossos serviços e soluções.

Solicite um orçamento

Este site usa cookies para personalizar conteúdo e analisar o tráfego do site. Conheça a nossa Política de Privacidade.