Parceria entre MInfra e CNJ aumentará segurança jurídica a projetos de infraestrutura de transportes
Conflitos judiciais referentes a projetos qualificados no Programa de Parcerias de Investimentos (PPI) poderão ser submetidos à análise do Comitê de Resolução de Disputas Judiciais de Infraestrutura (CRD-Infra), lançado nesta terça-feira (24) pelo Ministério da Infraestrutura e pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ). A agenda conjunta entre os poderes tem como objetivo melhorar o ambiente de negócios e aperfeiçoar a atuação do Judiciário no ambiente da infraestrutura brasileira.

Além de colaborar com a mediação de conflitos em projetos relevantes, a parceria com o CNJ será importante para ampliar a interação entre o Governo Federal e a iniciativa privada. Atualmente, o MInfra tem o maior programa de concessões do mundo e a abertura do diálogo entre as partes favorece o entendimento de possíveis novos investidores sobre a força das instituições e sobre a capacidade de execução pelo Estado de projetos estratégicos.

“A criação desse comitê demonstra que o Estado brasileiro, como um todo, busca concretizar o objetivo maior de melhoria do ambiente de negócios e de incremento da previsibilidade dos projetos e investimentos”, avaliou o ministro da Infraestrutura, Marcelo Sampaio, durante o lançamento. “Além disso, essa parceria passa uma mensagem muito importante sobre o caminho que o Brasil está buscando para tornar o ambiente de negócios mais atrativo para investimentos, gerando emprego e crescimento, e impulsionando o desenvolvimento nacional”, completou.

Atuação conjunta

O lançamento do fórum é resultado de uma série de iniciativas em parceria entre as instituições, como forma de garantir a segurança jurídica no desenvolvimento de projetos de infraestrutura. Da mesma forma, a criação do Protocolo Setorial de Infraestrutura de Transportes, documento que contribuirá na análise de demandas judiciais de infraestrutura de transportes, sobretudo aquelas que envolvem concessões públicas, a partir da elucidação do processo de governança, além de facilitar o fluxo de informações entre os órgãos envolvidos nas análises de processos.

Read Also Other News

Agência Porto
| 27 Mai, 2024

Superavit brasileiro chega a US$ 34,6 bi de janeiro à quarta semana de maio

Read more
Agência Porto
| 27 Mai, 2024

Comunidade portuária doa quase R$ 1 milhão para vítimas das enchentes no RS

Read more
Agência Porto
| 27 Mai, 2024

Porto do Rio de Janeiro recebe delegação da Malásia em missão comercial

Read more

How can we help?

Tell us how we can help with one of our services and solutions.

Request a quote

This website uses cookies to personalize content and analyze website traffic. Meet our Privacy Policy.